AEPBS assinalou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Cada um de nós é uma estrela! Para comemorar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência - 3 de dezembro, o Departamento de Educação Especial sensibilizou os alunos relembrando que todos somos diferentes e todos somos especiais. Numa sociedade que se quer cada vez mais inclusiva e nesta luta pela inclusão de todos e de cada um, foi pedido aos alunos (pré-escolar e 1.º CEB) que levassem uma estrela para casa e que a decorassem para depois embelezar a escola. As estrelas que nos chegaram eram todas diferentes e todas especiais e permitiram enriquecer não só os alunos como as escolas. Nas diferentes Escolas Básicas que pertencem ao Agrupamento, todos acolheram e participaram nesta atividade, cujo resultado foi a construção de vários painéis, com “Estrelas” criativamente decoradas e com mensagens de Inclusão. Na ES Padre Benjamim Salgado, as turmas com alunos com necessidades especiais juntaram-se à causa e construíram estrelas diferentes que ornamentaram o átrio da escola e salas, de forma a sensibilizar a comunidade educativa para o dia em questão. Na EB Bernardino Machado toda a comunidade educativa acolheu a atividade de construção de uma “Estrela” alusiva ao tema da inclusão. Alguns alunos decoraram a estrela na escola, outros em casa, com os Encarregados de Educação. No dia 3 de dezembro as “Estrelas” foram afixadas em painéis à entrada da Escola. E foi construída uma simbólica Árvore de Natal. As professoras de educação especial, ainda no âmbito da atividade, exploraram com os alunos a História do “Martim um menino assim”, obra da Coleção: Meninos Especiais, texto de José Luís Peixoto, 1ªedição, ISPA – Instituto Universitário / Pais em Rede, na Biblioteca Escolar. Esta atividade foi acolhida por todos: professores, alunos, encarregados de educação e auxiliares da ação educativa, de modo efusivo e empenhado. Esperamos que com esta sensibilização, todos se juntem e andem de mãos dadas nesta ação pela inclusão. “O objetivo da educação inclusiva não é tornar todas as crianças iguais, e sim respeitar e valorizar as diferenças.”


Email